Prefeito de São Bernardo do Campo-SP PROMETE mergulhar na Billings de sunga se o Programa Pró-Billings for entregue conforme planejado e no Prazo (2020)

O duro é acreditar que isso será concluido até 2020 para o Prefeito Orlando Morando tomar banho de sunga na Represa (promessa realizada durante o evento de assinatura do Contrato no Jardim Represa ontem 07/08/2018).

Torço muito e positivamente para que isso aconteça. Não para ver a cena, no mínimo, engraçada do Prefeito em fim de mandato mergulhando de sunguinha na Billings, mas obviamente pela importância ENORME desse projeto.

Ricardo Garcia
RicardoGarcia.SãoBernardo@gmail.com
http://www.deolhonapolitica.com.br 


Programa trará economia para Saúde pública – Diário do Grande ABC
WWW.DGABC.COM.BR

“Por Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC 

08/08/2018 | 07:00

A autorização para início da segunda fase do Programa Pró-Billings, que vai reduzir em 700 metros cúbicos o volume de materiais despejados mensalmente na Represa Billings, deverá, a médio prazo, trazer economia para a Saúde pública de municípios do Grande ABC. A avaliação é do ambientalista Nelson Pedroso, presidente da Associação Global de Desenvolvimento Sustentado.

“O impacto do programa será enorme. Além da economia na Saúde pública, o Pró-Billings terá função de garantir a vocação natural do manancial para esportes e pesca. Ambos poderão atrair investimentos maciços para as cidades do Grande ABC devido aos impactos do programa”, avalia.

O especialista, que foi presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê no exercício de 2004/2005, afirma que o programa terá benefício direto ao abastecimento de água na Região Metropolitana de São Paulo. “O Pró-Billings irá suprir de forma sustentável o abastecimento público da região e a parte que é exportada para a Represa do Guarapiranga (cerca de 2,2 m³/segundo) e assim dar a segurança para bairros da Zona sul da Capital”, explica.

Após os níveis de reservatórios do Estado apresentarem queda no último mês, o especialista acredita que a Billings, mais uma vez, poderá ser alternativa para suprir o problema de estiagem em São Paulo, assim como ocorreu na última crise hídrica, em meados de 2014. “A importância da realização de mais uma etapa do Programa Pró-Billings para a despoluição da represa não é algo que não pode ou deve passar despercebido. Exemplo disso são os problemas hoje enfrentados com relação a cianobactéria, a presença de algas que dificultam os sistemas de tratamento, bem como a qualidade de pescados. Todos vão ser enxergados a partir de 2021 como uma memória remota. Além disso, o fim das obras permitirá a captação das águas que ainda se direcionam para o reservatório mais estratégico do Estado de São Paulo”, explica o especialista, que ainda faz um alerta.

“Todos, como cidadãos, temos o dever de fiscalizar nossos mananciais, pois a todos nós eles pertencem”.”


Sabesp e prefeitura de São Bernardo autorizam obras de despoluição da Billings

Publicado em 19/12/2017 às 11:32:26

A Sabesp e a prefeitura de São Bernardo do Campo assinaram nesta segunda-feira (18/12) o termo de autorização para início das obras de esgotamento sanitário do Programa Pró-Billings na região do Alvarenga.

O trabalho prevê a construção de 34 estações elevatórias para bombeamento de esgoto, o assentamento de 51 km de redes coletoras, 9,5 km de coletores-tronco e 8 mil ligações domiciliares. A obra permitirá que todo o esgoto coletado seja levado para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) ABC.

Financiado com recursos da Sabesp, da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e do BNDES, o Pró-Billings contempla obras e ações para melhorar a qualidade da água desse importante manancial urbano e para contribuir para sua preservação. No total, o programa inclui o assentamento de 89 km de redes coletoras de esgoto, 42 km de coletores-tronco e linhas de bombeamento, três estações elevatórias de esgoto principais e 36 locais, de menor porte.

O andamento do programa acontece em etapas. Na fase que agora recebe a autorização, os trabalhos ocorrem nas sub-bacias que abrangem os bairros Jardim Laura, Las Palmas, Pinheirinho, Los Angeles, Represa, Imigrantes, entre outros. Os investimentos são de R$ 89,4 milhões, com início das obras em janeiro de 2018 e prazo de conclusão em 2020.

Além de contribuir com a despoluição das águas, o Pró-Billings tem como objetivo melhorar a infraestrutura urbana e, consequentemente, a qualidade de vida das pessoas e as condições sanitárias da região. O programa ajuda a elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e a reduzir a mortalidade infantil e doenças de veiculação hídrica, entre outros benefícios.

Fonte: Sabesp.

Posted by:Ricardo Garcia

Cidadão São Bernardense, Empreendedor, Empresário.

scroll to top
%d blogueiros gostam disto: