Bora reascender a Industria Automobilística Brasileira Bolsonaro? Grandes Brasileiros: Gurgel MotoMachine

O menor dos Gurgel nasceu para desfilar na cidade e colocava seu dono em evidência

Gurgel Motomachine Portas com janela corrediça e, no teto, uma escotilha

Portas com janela corrediça e, no teto, uma escotilha (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Quem se surpreende com as exíguas dimensões e o estilo singular do Smart talvez não tenha conhecido um projeto nacional produzido por João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, um dos mais visionários da nossa indústria.

O Gurgel MotoMachine revelava para os visitantes do Salão do Automóvel de 1990 uma inovadora forma de transporte urbano particular.

Ainda que sem a pretensão e sofisticação do Smart, o MotoMachine tinha como principais atrativos a economia, tanto nas dimensões como no consumo. Mas essa frugalidade não escondia sua faceta de pequeno sedutor: teto rígido removível, outro de lona, estepe exposto na traseira e laterais envidraçadas (na verdade, de acrílico) faziam parte do arsenal para conquistar o público descolado.

Gurgel Motomachine Laterais de acrílico emolduradas pela carroceria de fibra

Laterais de acrílico emolduradas pela carroceria de fibra (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Seu conceito, reforçado pelo nome, era trazer a experiência de pilotar uma moto para um carro que pudesse rodar fechado.

Fonte: https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/grandes-brasileiros-gurgel-motomachine/