SBC: VEREADORES SÃO AUXILIARES DE ZELADORIA

Hoje abri minha caixa de correio e encontrei essa “propagandinha de papel de pão” do Vereador Reginaldo Burgues(pelo menos acho que não usou papel nem tinta com recursos públicos).

Que eu saiba o VCSBC foi substituído pelo São Bernardo na Palma da Mão.

O VCSBC é um aplicativo muito bom e se a Prefeitura resolvesse realmente utilizá-lo seria fantástico pq conecta o cidadão aos serviços de Zeladoria(com dezenas de serviços) sem intermediários(Vereadores e assessores que querem “comprar a consciência” e consequentemente o voto das pessoas ao fazerem ofícios de tapar Buraco, colocar placas (não é vereador Burguês?) , podar árvores, limpar praças.

Ou seja, Vereadores em São Bernardo servem para isso: são auxiliares da zeladoria.

PARA OS VEREADORES DE SÃO BERNARDO DO CAMPO ESTUDAREM: O QUE É UM VEREADOR?

O vereador é um agente político, eleito para sua função pelo voto direto e secreto da população. Ele trabalha no Poder Legislativo da esfera municipal da federação brasileira (o Brasil é uma federação composta por três esferas de poder: União, Estados e Municípios). Assim, o vereador tem um papel equivalente ao que deputados e senadores possuem nas esferas mais amplas (Estados e União).

QUAL É A PRINCIPAL FUNÇÃO DO VEREADOR?

Como integrante do Poder Legislativo municipal, o vereador tem como função primordial representar os interesses da população perante o poder público. Esse é (ou pelo menos deveria ser) o objetivo final de uma pessoa escolhida como representante do povo.

E como um vereador pode representar, na prática, os eleitores? Pode-se dizer que a atividade mais importante do dia a dia de um vereador é legislar. O que significa isso? Podemos entender pelo verbo legislar todas as ações relacionadas ao tratamento do corpo de leis que regem as ações do poder público e as relações sociais no nosso país. O Brasil tem como tradição fazer a regulação de assuntos importantes para a vida em sociedade por meio de leis escritas, seguindo princípios que remontam ao Direito Romano. É por isso que temos uma grande Constituição, com centenas de artigos, parágrafos e alíneas. E não acaba por aí: a Constituição serve apenas para guiar as leis “menores”, mais específicas, que dizem respeito a uma grande variedade de assuntos.

Dessa forma, podemos citar como ações típicas que estão ao alcance de um vereador criar, extinguir e emendar leis, da maneira que ele julgar que seja mais adequada ao interesse público.

Ricardo Garcia