Sabemos que “OS IRMÃOS” são unidos e pela fé nas pessoas costumam ou pretendem ou são induzidos em seus templos, igrejas e outros à dar atenção especial no momento de votar nas eleições aos irmãos candidatos.


 

“Perguntado como deve ser o compromisso do cristão no mundo de hoje, o Sumo Pontífice afirma o seguinte: “Para o cristão, é uma obrigação envolver-se na política. Nós, cristãos, não podemos fazer como Pilatos, lavar as mãos. Não podemos!”

Esse “envolver-se” com a política, não significa apenas se coligar a um partido político para se tornar candidato a algum cargo público. Política é muito mais que isso. Segundo o próprio Papa Francisco, a política é uma das formas mais altas da caridade, porque busca o bem comum.

Obviamente, os cristãos leigos não estão isentos de envolver-se com a política mais diretamente, pelo contrário, ele deve envolver-se, deve trabalhar na política e pela política. O Papa Francisco considera esta, uma missão especial. Trabalhar para o bem comum é um dever do cristão leigo.”


Em São Bernardo do Campo-SP por exemplo temos alguns exemplos de Vereadores eleitos não possua postura, conhecimentos, atividades profissionais, escolares e ações junto aos munícipes E SIM por que participam de comunidades espíritas, evangélicas, católicas, maçons, rotarianos e outras(os).

Até que ponto a Comunidade Cristã (independe da doutrina ou religião) pode ou deve influenciar nas eleições Municipais em 2020?” Ricardo Garcia

É uma dúvida interessante e extremamente importante na definição dos eleitos em 2020 para realizar atividades legislativas e executivas em nossa cidade.

Até que ponto aqueles pré-candidatos que participam desses grupos e até colaboram com dinheiro ou “favorzinhos” junto à administração pública , no caso dos Vereadores eleitos, merecem nosso respeito e nosso voto? Isso não é FISIOLOGISMO? TROCA DE FAVORES? VENDA DE VOTO?

Que tal refletirmos?:

…hein  Vereador Bispo João Batista (PRB) – 4.766 votos (Reeleito)
…hein  Vereador Estevão Camolesi (PPS) – 4.598 votos (Reeleito)
…hein  Vereador Rafael Demarchi (PRB) – 4.125 votos (Reeleito)
…hein  Vereador Reginaldo Burguês (PSD) – 3.853 votos (Reeleito)
…hein  Vereador Eliezer Mendes (PTN) – 3.168 votos
…hein  Vereador Pastor Zezinho Soares (PSDB) – 3.028 votos
…hein  Vereador Jorge Araujo (PHS) – 2.991 votos
…hein  Vereador Joilson Santos (PT) – 2.740 votos
…hein  Vereador Mauro Miaguti (DEM) – 2.653 votos (Reeleito)

* Faremos lives e convidaremos TODOS os pastores, coordenadores, anciãos e demais nomes que possam ter de Igrejas, Templos, Comunidades, Grupos que possuem em seu rol de frequentadores e doadore$ assíduos à participarem deste debate durante o ano que vem (ano eleitoral).


Aproveito para lançar mais duas perguntas bem provocadoras: que tipo de cristão nós estamos sendo na política? Estamos elegendo políticos que se comprometem em defender a moral e os bons costumes?”
fonte: https://formacao.cancaonova.com


 

IMG_20190820_075908_530