Ontem (16/10), a Câmara de São Bernardo do Campo aprovou uma emenda a Lei Orgânica de São Bernardo que dificulta a responsabilização política de prefeitos corruptos.

Segundo o vereador governista Jorge Araújo (PHS) em entrevista ao diário, o dispositivo pode trazer mais segurança à Câmara, já que, anteriormente, os vereadores eram obrigados a apreciar denúncias assim que elas chegassem à pauta. “Os parlamentares tinham que parar o que estavam fazendo para analisar um pedido de cassação, algumas vezes com o mesmo tipo de solicitação de outra peça já votada e arquivada. Isso mais atrapalhava do que ajudava”, alegou.

O parlamentar fala como se fizesse alguma coisa de importante na Câmara dos vereadores para fazerem, quando na verdade mais ficam colocando nome em rua e praças, fazendo solenidades e indicações e requerimentos que são atendidos em troca de negligenciarem seus deveres de fiscalizarem o poder executivo.

É muito importante que vereador perceba que tinha que parar o que estava fazendo para ler um simples texto. Significa que devem aumentar o número de Sessões Semanais. E não apenas uma é atualmente.