Orlando não se elegeria nem vereador com número de empregos gerados.

Em 2016 estampavam no Diário do Grande ABC, manchetes de lojas fechadas na tradicional Rua Jurubatuba em São Bernardo do Campo.

Era o problema de São Bernardo do Campo e Orlando Morando se colocava como solução.

Hoje, mais de 2 anos e meio após empossado no cargo de prefeito, o que se tem é marketagem e desemprego disfarçado de esperança altas doses de marketagem. Ou alguém esqueceu que Orlando Morando anunciou a compra da Ford, quando na verdade ainda estão negociando com a CAOA ?

A atitude típica do ser soberbo é contar com ovo na barriga da galinha, que aliás o faz com frequência, ou também esqueceram que ele vazou na mídia submissa regional que ele seria da executiva nacional do PSDB com as bençãos de João Doria e no fim não foi ?? Ainda teve a coragem de dizer que será suplente como se fosse alguma coisa, suplente é reserva.

Mas o que venho dizer é que segundo Dados oficiais do Governo Federal, no período de janeiro de 2017 ( posse de Orlando Morando) até o mês de setembro de 2019, São Bernardo do Campo teve apenas um saldo positivo de 1.583 empregos formais.

Para quem se elegeu com o discurso de geração de emprego, está muito abaixo do esperado, para se ter ideia, a cidade vizinha Santo André no mesmo período gerou 4.563 empregos.

Se levássemos em conta só o número de empregos gerados em São Bernardo como se votos fossem, Orlando Morando não se elegeria nem Vereador , tendo em vista que o vereador eleito com menos votos foi o vereador Fran Silva, totalizando 2.111 votos.

Mais trabalho e menos marketagem Sr. Prefeito !!