Venho através desta matéria registrar minha insatisfação e decepção com o Facebook. O Facebook bloqueia pessoas de bem e enquete da causa animal que beneficiaria cuidadores e defensores da Causa Animal do GRANDE ABC Paulista.

DÚVIDAS: Por quais motivos o facebook bloqueou-nos?

Existe muita informação e muito blá blá blá no Facebook no que diz respeito a regras provavelmente criadas por advogados para proteger o Facebook. Porém com essas regras as pessoas e a causa animal foram prejudicadas.

Recentemente inseri uma ENQUETE para promover o trabalho excelente que Ativistas, Defensores e Cuidadores de animais do GRANDE ABC com o objetivo do(a) vencedor(a) ser contemplado (o mais votado) com premiação em dinheiro ou com premiação alternativa requisitada pelo ganhador da enquete (por exemplo: crédito em ração).

Em pouco tempo tivemos público muito bom na enquete e as pessoas estavam votando e de repente o Facebook bloqueou a enquete, bem como, bloqueou meus perfis, grupos e páginas por 90 dias até 21 de Janeiro/2020.

Sem qualquer comunicação detalhada e possivelmente mediante denúncia irresponsável de pessoas que sentem-se ameaçadas ou prejudicadas por estarem “perdendo” na votação da enquete denunciaram e o Facebook unilateralmente bloqueou.

Esta ação DECEPCIONOU-ME PROFUNDAMENTE. Utilizo o Facebook desde 2009 e não mereço esse tipo de tratamento nem os verdadeiros Ativistas, Defensores e Cuidadores de animais que foram impedidos de votar na enquete.

___________________________________________________________________________

Consta no facebook as seguintes informações:

Introdução
I.Comportamento violento e criminoso
II.Segurança
III.Conteúdo questionável
IV.Integridade e autenticidade
V.Com respeito à propriedade intelectual
VI.Solicitações relativas a conteúdoInformações adicionais

Padrões da Comunidade

INTRODUÇÃO

Todos os dias, as pessoas usam o Facebook para compartilhar experiências, conectar-se com amigos e familiares, e criar comunidades. Somos um serviço que permite que mais de dois bilhões de pessoas se expressem livremente em culturas e países diversos e em dezenas de idiomas.

Reconhecemos a importância do Facebook como um local onde as pessoas sintam que têm poder de comunicação e levamos a sério nosso papel de eliminar de nossos serviços todo tipo de abuso. Por essa razão, desenvolvemos um conjunto de Padrões da Comunidade que detalham o que é ou não permitido no Facebook. Nossas políticas são baseadas no feedback de nossa comunidade e nos conselhos de especialistas de algumas áreas, como tecnologia, segurança pública e direitos humanos. Para garantir que todas as vozes sejam valorizadas, criamos com muito cuidado políticas incluindo diferentes pontos de vista e crenças, em especial de pessoas e comunidades que possam ser ignoradas ou marginalizadas.

REFORÇANDO NOSSO COMPROMISSO COM AS VOZES

O objetivo de nossos Padrões da Comunidade sempre foi criar um espaço para expressão e dar voz às pessoas. Isso não mudou e não mudará. Criar uma comunidade e unir pessoas depende da capacidade de compartilhar diversos pontos de vista, experiências, ideias e informações. Queremos que as pessoas possam falar abertamente sobre os assuntos importantes para elas, ainda que sejam temas que geram controvérsias e objeções. Em alguns casos, permitimos conteúdo que poderia ir contra nossos Padrões da Comunidade, caso seja interessante e tenha utilidade pública. Para fazer esses julgamentos, consideramos o valor do interesse público e o risco de dano, bem como observamos os padrões internacionais relativos a direitos humanos.

Nosso comprometimento com a expressão é uma prioridade, mas reconhecemos que a internet cria novas e muitas oportunidades de abuso. Por isso, quando limitamos a expressão, isso é feito com base em um ou mais dos seguintes valores:

Autenticidade: queremos garantir que o conteúdo que as pessoas estão vendo no Facebook é autêntico. Acreditamos que a autenticidade cria um ambiente melhor para o compartilhamento, e é por isso que não queremos que as pessoas usem o Facebook para falsificar a própria identidade ou o que estão fazendo.

Segurança: temos o compromisso de fazer com que o Facebook seja um lugar seguro. Manifestações contendo ameaças podem intimidar, excluir ou silenciar pessoas, e não isso não é permitido no Facebook.

Privacidade: temos o compromisso de proteger a privacidade e as informações pessoais. A privacidade dá às pessoas a liberdade de ser quem elas realmente são, escolher como e quando compartilhar no Facebook e criar conexões mais facilmente.

Dignidade: acreditamos que todas as pessoas são iguais no que diz respeito à dignidade e a direitos. Esperamos que as pessoas respeitem a dignidade alheia e não assediem ou difamem terceiros.

Nossos Padrões da Comunidade se aplicam a todos, no mundo inteiro, e a todos os tipos de conteúdo. Eles foram concebidos para que fossem abrangentes. Por exemplo, o conteúdo que talvez não seja considerado discurso de ódio ainda pode ser removido por violação de uma política diferente. Reconhecemos que as palavras têm diferentes significados ou afetam as pessoas de maneiras diversas dependendo da comunidade local, idioma ou origem. Trabalhamos com muito empenho para representar essas nuances e procuramos aplicar nossas políticas de forma consistente e justa às pessoas e expressões individuais.

As pessoas podem denunciar conteúdo com potencial de violação, inclusive Páginas, grupos, perfis, conteúdo individual e comentários. Além disso, damos às pessoas controle sobre a própria experiência, permitindo a elas bloqueardeixar de seguir ou ocultar pessoas e publicações.

As consequências da violação dos Padrões da Comunidade variam de acordo com a gravidade e com o histórico do usuário na plataforma. Por exemplo, podemos notificar alguém por uma primeira violação, mas se a pessoa persistir na violação de nossas políticas, podemos restringir sua possibilidade de publicar no Facebook ou mesmo desativar seu perfil. Também podemos notificar as autoridades quando julgarmos haver um risco real de danos físicos ou ameaça direta à segurança pública.

Nossos Padrões da Comunidade são um guia sobre o que é ou não permitido no Facebook. É nesse espírito que pedimos aos membros da comunidade do Facebook para seguir estas diretrizes.

1. Violência e incitação

Fundamento da política

Nosso objetivo é evitar potenciais danos offline que possam estar relacionados a conteúdo do Facebook. Embora entendamos que as pessoas comumente expressam desdém ou desacordo por meio de ameaças ou incitação à violência de maneira cômica, removemos palavras que incitem ou facilitem qualquer violência grave. Removeremos conteúdo, desativaremos contas e poderemos acionar as autoridades locais se notarmos um risco real de danos físicos ou ameaça direta à segurança pública. Também procuramos levar em conta a linguagem e a situação para poder distinguir declarações casuais de conteúdo que constitua uma ameaça real à segurança pública ou pessoal. Quando tentamos determinar se uma ameaça é real, podemos levar em conta também informações adicionais, como a visibilidade pública de uma pessoa e os riscos a sua segurança física.

Em determinados casos, constatamos ameaças condicionais ou de intenção dirigidas a terroristas e outros agentes violentos (por exemplo, os terroristas merecem morrer), e as refutamos por ausência de indícios credíveis específicos.Não publique:

Ameaças que possam levar à morte (e outras formas de violência de alta gravidade) de qualquer pessoa, em que a ameaça é definida segundo qualquer das seguintes descrições:

Conteúdo solicitando ou oferecendo serviços para contratação de pessoas para cometer homicídio (por exemplo, pistoleiros, mercenários, assassinos) ou defendendo o uso de um pistoleiro, mercenário ou assassino contra um alvo.

Confissões, declarações de intenção ou defesa, chamadas à ação ou declarações motivacionais ou condicionais visando o sequestro de um alvo.

Ameaças que levem a ferimentos graves (violência de média gravidade) com foco em indivíduos privados, figuras públicas menores de idade, pessoas ou grupos de alto risco, em que a ameaça é definida segundo qualquer das seguintes declarações:

Ameaças que levem a danos físicos (ou outras formas de violência de menor gravidade) com foco em indivíduos privados (sendo necessário apresentar denúncia) ou figuras públicas menores de idade, em que a ameaça é definida segundo qualquer das seguintes declarações:

Imagens de indivíduos privados ou figuras públicas menores de idade manipuladas com o objetivo de incluir ameaças de violência no texto ou gráfica (adição de alvos, setas, armas apontadas para a cabeça, entre outros)

Qualquer conteúdo criado com o propósito explícito de divulgar um indivíduo como membro de um grupo de risco designado e reconhecível

Instruções de como fabricar ou usar armas se houver prova de que o objetivo for ferir gravemente ou matar pessoas, usando:

Fornecer instruções sobre como fazer ou usar explosivos:

Desinformação que contribua para violência ou agressão física iminente.

Chamadas para ação, declarações contendo intenção de levar armamentos para determinado local, incluindo, sem limitações, locais de culto, ou incentivando outras pessoas a fazê-lo.

2. Organizações e indivíduos perigosos

Fundamento da política

Em um esforço para evitar e acabar com os danos no mundo real, não permitimos que organizações ou indivíduos que anunciem uma missão violenta ou que estejam envolvidos em violência tenham uma presença no Facebook. Isso inclui organizações ou indivíduos envolvidos nas seguintes atividades:

Também removemos conteúdo que expresse apoio ou exalte grupos, líderes ou indivíduos envolvidos nessas atividades. Saiba mais sobre nosso trabalho para combater o terrorismo online aqui.Não permitimos que as seguintes pessoas (vivas ou falecidas) ou grupos façam parte (por exemplo, possuam uma conta, Página, grupo) de nossa plataforma:Terroristas e organizações terroristas, incluindo:

Organizações de ódio, seus líderes e membros proeminentes

Assassinatos em massa e chacinas (incluindo tentativas)

Grupos de tráfico humano e seus líderes

Organizações criminosas, seus líderes e membros proeminentes

Não permitimos em nossa plataforma o compartilhamento de símbolos que representem os indivíduos ou organizações acima sem um contexto que condene ou debata com neutralidade o conteúdo.

Não permitimos conteúdo que exalte os indivíduos ou organizações acima ou os atos cometidos por eles.

Não permitimos a coordenação de apoio aos indivíduos ou organizações acima ou aos atos cometidos por eles.

3. Promoção ou divulgação de crimes

Fundamento da política

Proibimos a promoção ou divulgação de crimes violentos, roubos e/ou fraudes, pois não apoiamos a aceitação dessas atividades e devido ao risco de comportamentos de imitação. Também não permitimos a descrição de atividades criminosas ou a confissão de crimes cometidos por uma pessoa ou associados a ela. Permitimos, entretanto, que as pessoas debatam ou defendam a legalidade de atividades criminosas, bem como abordem o assunto de modo retórico ou satírico.Não publique:Conteúdo que exiba, admita ou exalte os seguintes atos criminosos cometidos por você ou seus associados

4. Coordenação de danos reais

Fundamento da política

Em um esforço para evitar e acabar com os danos no mundo real, proibimos a facilitação ou coordenação de atividades criminosas futuras com a intenção de causar danos a pessoas, empresas ou animais. É possível chamar a atenção para atividades nocivas testemunhadas ou experimentadas, desde que não haja apoio a essas atividades ou coordenação de danos reais.Não publique:Declarações de intenção, chamada à ação ou apoio a:

Ofertas de serviços de contrabando ou assistência no tráfico de pessoas.

Conteúdo que exiba, promova, apoie ou incentive a participação em um desafio viral de alto risco, incluindo conteúdo sem legenda ou que expresse imparcialidade.

Fonte: Consulte todo o conteúdo em:
https://www.facebook.com/communitystandards/regulated_goods

___________________________________________________________________

Como denunciar algo

Saiba mais sobre como fazer uma denúncia de possível abuso no Facebook.A melhor maneira de denunciar conteúdo abusivo ou spam no Facebook é usar o link Dar feedback ou denunciar que aparece ao lado do próprio conteúdo. Para denunciar uma empresa da qual você comprou algo no Facebook, preencha este formulário.

Veja abaixo alguns exemplos de como denunciar

conteúdo:
PerfisPublicações
Publicações na sua linha do tempo
Fotos e vídeos
Mensagens
Páginas
Grupos
Anúncios
Eventos
Campanhas de arrecadação de fundos
Perguntas
Comentários
Algo que não consigo ver
Como faço para denunciar algo no Marketplace?

_______________________________________________________________________