Orlando Morando aposta na memória curta do eleitor para se reeleger.

Há algumas pessoas falando que Orlando Morando está trabalhando a todo vapor, a todo vapor da marketagem principalmente.

Ao que parece, Orlando deixou a cidade abandonada 3 anos, ou alguém já esqueceu que a cidade ficou algum tempo sem coleta de Lixo ( MP aponta porque o Governo Morando fez esquema de corrupção.), sem zeladoria, aumentou a passagem tornando-a a mais cara do Brasil, trocou equipe médica e de enfermagem por cabos eleitorais, abandonou a cidade para eleger sua esposa, depois abandonou a cidade de novo para ficar de papagaio de pirata do João Doria, deixou filas quilométricas em frente as UBS’s e na Policlínica, paralisou a continuidade das obras do Piscinão, paralisou as obras do corredor Alvarenga.

Tudo isso parece que foi para se encaixar ao cronograma das eleições, agora ele está inaugurando justamente a menos de um ano das eleições.

Essa atitude é umas das mais conhecidas da velha política, fazer só em ano de eleição. Aquele que ” ontem ” vimos que mandou seguranças barrar o contato com um morador, ” amanhã” veremos querer abraçar esse mesmo morador atrás de votos.