SBC: $$Políticos Profissionais$$ comprando a consciência dos eleitores em véspera de ano eleitoral

EXATAMENTE. SABEM POR QUE EM VÉSPERA DE ANO ELEITORAL OS POLÍTICOS PROFISSIONAIS TAIS COMO ORLANDO MORANDO DO PSDB SURGEM regularizando algumas moradias? PARA SUBORNAR A CONSCIÊNCIA DAS FAMÍLIAS!!

O que precisamos é de PROJETOS HABITACIONAIS AMPLOS E PERMANENTES não de situações eleitoreiras!!! O Secretário de habitação só aparece nestes momentos. Alguém vê este senhor por ai em São Bernardo apresentando os projetos habitacionais em andamento? os projetos habitacionais prometidos? os projetos habitacionais que ainda não sairam do papel nem sairão??

Compreendo as dificuldades. Compreendo a Dona Esmeralda Maria Puia Pelegrino de 61 anos que pela primeira vez em 30 anos poderá dizer com conviccão que está confiante que terá a escritura de sua casa. E por que a senhora esperou 30 anos? Por que não tivemos projetos habitacionais. A Senhora construiu a 30 anos sua residência como? invasão? CLARO que a Senhora e todos os cidadãos de todo o Brasil merecem condições dignas PARA ADQUIRIR suas moradias e pagar por elas dignamente e não ficar invadindo terrenos pelo Brasil a fora. Certo? Para isso precisamos parar de acreditar em momentos eleitoreiros de políticos corruptos profissionais como o atual Prefeito de São Bernardo do Campo que já foi indiciado pela POLÍCIA FEDERAL por desvio de Merenda escolar e em Hospitais. Como confirar num SER destes?

Compreendo também o sentimento compartilhado da Sra Marlene Messias, 57 anos também moradora do Jardim Central que disse “…Agora tenho segurança que deixarei minha casa para meus filhos e netos”.. MARAVILHA! FICAMOS MUITO FELIZES! Mas isso já deveria ter acontecido deste o primeiro momento que a senhora pisou neste local. A senhora teria que ter tido acesso a algum projeto habitacional e ADQUIRIDO seu imóvel COMO EU FIZ PELA CAIXA ECONÔMICA EM 35 ANOS e paguei antes deste prazo mas fiz isso, paguei.

O PODER PÚBLICO Municipal no Grande ABC é totalmente irresponsável e incompentente. A HABITAÇÃO é sem sombra de dúvida o maior deficit que temos em nossa região. Além da Saúde, EMPREGO, Segurança, Educação, Creches e outras demandas.

“REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Desde o início da atual gestão, mais de 5.000 moradias foram regularizadas em São Bernardo. Entre os núcleos beneficiados estão: Vila dos Poetas, Jardim Belas Artes, Vila Mariana, FEI-Mizuho, Conjunto Nova Baeta/Pai Herói, entre outros. Até o fim do ano, a expectativa é chegar a aproximadamente 10 mil imóveis regularizados.”

• Alguém acredita que 15 mil moradias são suficientes para diminuir o déficit habitacional de São Bernardo do Campo? A cada dia chegam mais pessoas. Mas certamente estas 15 mil moradias serão utilizadas para COMPRAR A CONSCIÊNCIA DOS ELEITORES para votarem nos candidatos do Prefeito. Compreendem? Precisamos mudar essa situação caótica que se repete à décadas!!! VOCÊS NÃO PERCEBEM? É COMPRA DE VOTOS!!



Morando autoriza regularização fundiária de 1.581 imóveis do Grande Alvarenga

Medida beneficiará famílias do Jardim Ipanema, Central e das Oliveiras


Prefeito Orlando Morando
Prefeito Orlando MorandoCrédito: Gabriel Inamine/ PMSBC

Em curso na cidade desde o início de 2017, o maior programa de regularização fundiária da história de São Bernardo cumpriu neste domingo (24/11) mais um importante avanço. Em ato realizado na região do Grande Alvarenga, o prefeito Orlando Morando autorizou o início do processo para individualização das escrituras de 1.581 imóveis situados nos bairros Jardim Ipanema, Jardim Central e Jardim das Oliveiras, beneficiando 1.717 famílias que residem na região. A expectativa é a de que as escrituras dessas residências sejam entregues até março do próximo ano, sem custo algum aos moradores.

A ação, que faz parte do Programa “A Casa é Minha”, será conduzida pela Secretaria de Habitação que, nesta semana, já irá encaminhar requerimento ao Cartório de Registro para a individualização das escrituras. Ao todo serão investidos no processo R$ 1,1 milhão.

“Ao autorizarmos o processo de regularização fundiária do Jardim Ipanema, Central e das Oliveiras estamos concretizando um sonho antigo das famílias que aqui moram, que é ter a escritura de sua casa em mãos. Durante anos, esses moradores foram enganados com falsas promessas que agora demos fim com a assinatura da ordem de serviço. Desta forma, a nossa gestão está proporcionando segurança jurídica para milhares de famílias”, destacou o chefe do Executivo durante a assinatura da ordem de serviço.

O ato contou com a participação de moradores do bairro, além do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, do secretário de Habitação, João Abutaker e vereadores.

CONQUISTA – Três décadas após construir sua casa no Jardim Central, a dona de casa Esmeralda Maria Puia Pelegrino, 61 anos, finalmente pode comemorar ontem a concretização do primeiro passo para que ela possa ter em mãos sua escritura. “Pela primeira vez em 30 anos posso dizer com convicção que estou confiante que terei a escritura da minha casa. Agora tenho certeza que o processo irá para o cartório e passarei a ter segurança jurídica” desabafou.

O sentimento foi compartilhado pela orientadora de público Marlene Messias, 57, também moradora do Jardim Central. “Enfim a Prefeitura está fazendo um processo transparente com esclarecimentos de todo processo. Agora tenho segurança que deixarei minha casa para meus filhos e netos”.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Desde o início da atual gestão, mais de 5.000 moradias foram regularizadas em São Bernardo. Entre os núcleos beneficiados estão: Vila dos Poetas, Jardim Belas Artes, Vila Mariana, FEI-Mizuho, Conjunto Nova Baeta/Pai Herói, entre outros. Até o fim do ano, a expectativa é chegar a aproximadamente 10 mil imóveis regularizados.