Acusado de corrupção do PSDB afastado já custou mais de R$ 200 mil.

Mario de Abreu acusado de diversos crimes, até hoje se encontra afastado, e recebendo salário, cerca de 15 mil reais por mês.

A advogada Silmara Cristiane da Silva Pompollo e Ricardo Garcia até chegou a pedir sua cassação , mas os vereadores da base aliada do prefeito Orlando Morando e até do PT, negaram o pedido de abertura do processo de cassação.

Considerando que ele foi afastado em agosto de 2018 em setembro de 2019 que completou 1 ano de afastamento o Jornal Metro noticiou que Mario de Abreu já havia custado 180 mil reais ao cidadão sem fazer absolutamente nada, fora o prejuízo com os seus atos de corrupção.

O levantamento feito pelo metrô foi feito no começo de setembro de 2019 e apontava o custo de 180 mil, hoje estamos em dezembro ou seja se passaram 3 meses, ou seja, de lá pra cá Mario de Abreu custou mais 3 parcelas de 15 mil reais, logo 180 mil + 45 mil = 225 mil reais.