Em crise financeira e sanitária, prefeitos do ABC se recusam a reduzir comissionados.

As medidas de restrições impostas pelos prefeitos já surte efeito nas contas públicas, estima-se que com a queda da atividade econômica os municípios do ABC percam de 20% a 30% de arrecadação de impostos. A cidade de Santo André mesmo já perdeu cerca de 21% de arrecadação de impostos.

Não restam dúvidas que os efeitos deletérios da quarentena imposta pelos próprios prefeitos terá efeitos duradouros nas contas públicas.

As cidades já estão ficando sem recursos para manter contratos e não demorará muito para não conseguir investir na saúde pública.

Mesmo com esse cenário desolador, os prefeitos do ABC, não reduziram significativamente os cargos comissionados, Orlando Morando por exemplo desde o começo do ano só vem aumentando o número de cargos comissionaodos.

Mesmo anunciando a redução de apenas 10% dos salários de seus comissionados o que Orlando Morando não contou é que por um lado reduziu apenas 10% por outro lado contratou mais cargos comissionados.

Os prefeitos da região são o retrato da classe política que sacrifica toda a população para manter seus privilégios.

leia mais: https://ricardogarcia.saobernardo.br/2020/04/06/em-mes-de-quarentena-orlando-aumenta-numero-de-comissionados/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: