Orlando pode ser delatado por seu ex secretário como chefe de organização criminosa e ter revelados novos crimes.

O diário do Grande ABC noticiou que corre nos bastidores que Carlos Maciel, acusado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal de integrar a máfia da merenda, e de ter atuado junto com Orlando Morando para fraudar contrato da merenda e de hospitais, “quando deflagrada a Operação Prato Feito, em maio de 2018, o advogado Carlos Maciel, então presidente da FUABC (Fundação do ABC) e aliado de primeira hora do prefeito Orlando Morando (PSDB), enviou um recadinho às lideranças políticas de São Bernardo:

não descartava fazer delação premiada caso suas filhas fossem envolvidas no caso. O MPF (Ministério Público Federal) denunciou duas delas – Melissa e Millena –por corrupção.

A acusação formal reacendeu junto à classe política o temor de que Maciel possa fazer algum acordo com o MPF.”

Ocorre, que há entendimento de que delações não servem para chefes delatarem os subordinados, ou seja, Carlos Maciel caso fosse o chefe da Organização Criminosa, não poderia delatar seus subordinados.

Além disso, por qual razão nos bastidores políticos de São Bernardo do Campo há o temor que Carlos Maciel firmasse uma delação premiada ?

Será que Carlos Maciel pode delatar Orlando Morando, e contribuir para as investigações de crime de lavagem de dinheiro que está em curso contra Orlando Morando e seu ex secretário de Meio Ambiente além de revelar novos crimes ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: